CMYK e RGB: qual a diferença?

Na hora de criar um arquivo, sempre aparece uma caixa de texto perguntando se a arte será em CMYK ou RGB. Mas como saber qual é a adequada para cada momento?

Entender o sistema de cores CMYK e RGB não é tão complicado quanto parece! Essas siglas representam espaços de cores, cada uma com um tipo de padrão e finalidade. Veja como cada uma funciona:

RGB: A sigla significa red-green-blue (vermelho, verde e azul). Esse é o padrão de cores aditivas, resultantes da decomposição natural da luz. Se todas as cores forem retiradas, teremos como resultado o preto; quando todas as cores estão juntas, o resultado é o branco. É ela que vemos nos monitores de computadores, celulares e tvs, ou seja, o RGB é uma cor eletrônica.

CMYK e RGB

CMYK: a sigla C – Ciano; M – Magenta; Y – Yellow (amarelo) e C – black (preto) é totalmente oposto ao RGB. Por sua vez, é impossível obter a cor branca a partir da mistura realizada dentro desse sistema de cores, mas sim pela ausência deles. É escolhido para as peças que serão impressas._CMYK e RGB

O padrão CMYK trabalha com a previsão de cores, uma vez que ela segue a ideia da pigmentação e mistura sobre o papel, sendo assim a principal diferença entre os dois padrões. Enquanto o RGB trabalha com o princípio de luz, o CMYK segue a pigmentação da impressão.

Entretanto, se você já iniciou a construção da peça e ela precisar ser impressa ou publicada na web e você não selecionou o padrão corretamente, você pode alterar dentro do próprio programa de edição de imagem, seja os do pacote Adobe (Photoshop, Illustrator), como também no saudoso Corel Draw.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *